Pela segunda vez em dois anos, todos os médicos recém-formados pela UniLicungo passaram o exame da Ordem dos Médicos de Moçambique. Neste ano, a Universidade Licungo certificou 30 novos licenciados em Medicina Geral que, por sua vez, passaram no exame da ordem profissional.

Esta notícia foi-nos dada a conhecer pelo Dr. Lindo Gavicho, Director da Faculdade de Medicina da Universidade Licungo durante um encontro entre a Reitoria e os estudantes de Medicina. Gavicho afirmou também que o encontro onde estiveram presentes os novos estudantes, os antigos estudantes, docentes e parte do corpo directivo da UniLicungo, tinha como objectivo analisar o percurso percorrido por todos os intervenientes até agora e buscar ilações por forma a continuar a melhorar o processo de formação médica na nossa Universidade.

Por sua vez, o Dr. Ladino Suade, Director-Geral do Hospital Central de Quelimane (HCQ), um dos principais parceiros da UniLicungo neste percurso, afirmou que foi um grande desafio começar este processo de formação, pois o HCQ se viu com uma missão além da de salvar vidas. Esta missão era formar novos médicos. “Isto só foi possível porque contamos com o envolvimento de todos os funcionários do HCQ, desde serventes, enfermeiros, médicos e gestores”, afirmou Suade.

O Magnífico Reitor, Prof. Doutor Boaventura Aleixo abriu um espaço para interacção e a Dra. Seliza, docente da Faculdade de Medicina para o estágio clínico apelou aos estudantes a continuar a trabalhar e olhar para todos os pontos negativos ao longo do percurso, como uma ferramenta para o seu próprio aprendizado. Por sua vez, Amélia Roque, Médica de Clínica Geral recém-formada pela UniLicungo agradeceu a cada um dos intervenientes no seu processo de formação e afirmou que estes contribuíram, em grande medida, para o sucesso que o seu grupo alcançou até ao momento. Os estudantes do primeiro ano pediram aos dirigentes da Universidade o apetrechamento da bibliografia disponível para consulta nas bibliotecas.

O encontro aconteceu ontem, dia 18 de Outubro, no Auditório do Hospital Central de Quelimane.

GCCI

1 thought on “Pelo Segundo Ano Consecutivo: TODOS OS MÉDICOS FORMADOS PELA UNILICUNGO SÃO APROVADOS PELA ORDEM

  1. isso e mas um ganho para o pais em geral contendo mas faculdades de medicina a formar medicos no pais. nao so depender dos medicos que saem da UEM a unilicungo deve ser referencia admiravel no centro de mocambque.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *